• REDAÇÃO GM Brasil Notícias

São Paulo pode abrir diferença de pontos insuperável na história dos pontos corridos


Se vencer o Botafogo na quarta-feira, o time de Fernando Diniz abrirá sete pontos para o segundo colocado. Nunca, um líder com esta distância para o vice-líder perdeu o título nos pontos corridos


A vitória do São Paulo sobre o Sport e o empate do Atlético-MG contra o Internacional permitiram ao time de Fernando Diniz abrir vantagem de quatro pontos sobre o segundo colocado. Se ganhar do Botafogo, na próxima quarta-feira e abrir sete pontos para o vice-líder, o Tricolor terá uma vantagem que nunca foi superada. Por cinco vezes na história dos pontos corridos, com 38 rodadas, o líder abriu sete pontos sobre o segundo colocado na 24ª rodada. Em todas elas, o primeiro colocado foi o campeão. Você pode pensar em duas aparentes exceções. O São Paulo, de 2008, chegou a ficar onze pontos abaixo do líder e foi campeão. Mas o Grêmio, primeiro colocado, nunca abriu mais do que cinco de vantagem sobre o segundo. Em 2009, o Flamengo era décimo colocado nesta altura do campeonato, nove pontos atrás do Palmeiras. Mas a liderança era de apenas um ponto sobre o vice-líder. Ou seja, a pressão era maior, por causa da proximidade do segundo colocado. A maior vantagem revertida foi do Grêmio, em 2008. Tinha seis pontos de diferença para o Cruzeiro, segundo colocado. O São Paulo estava em sexto lugar, dez pontos abaixo dos gremistas. Foi campeão. Se ganhar do Botafogo, quarta-feira, o São Paulo terá diferença de pontos para o vice-líder que jamais foi revertida.


Veja abaixo a distância entre os dois primeiros classificados na 24ª rodada:


2006 - São Paulo 49, Grêmio 45

2007 - São Paulo 51, Cruzeiro 42

2008 - Grêmio 49, Cruzeiro 43 - (Campeão, o São Paulo era sexto, com 39)

2009 - Palmeiras 44, Internacional 43 - (Campeão, o Flamengo era o décimo, com 35)

2010 - Corinthians 47, Fluminense 45

2011 - Vasco 45, São Paulo 44 (Campeão, o Corinthians estava em terceiro, com 43)

2012 - Fluminense 54, Atlético 51

2013 - Cruzeiro 53, Grêmio 42

2014 - Cruzeiro 52, Internacional 44

2015 - Corinthians 51, Atlético 48

2016 - Palmeiras 47, Flamengo 46

2017 - Corinthians 53, Grêmio 43

2018 - Internacional 49, São Paulo 49 (Campeão, o Palmeiras era o terceiro com 46)

2019 - Flamengo 55, Santos 47

2020 - São Paulo 47, Atlético 43 (O São Paulo tem um jogo a menos)


0 visualização0 comentário
Azul.png
Logo_Rádio_Mundial.png

TORRE MARECHAL

Rua Marechal Floriano Peixoto, 960

Centro - Foz do Iguaçu / PR,

CEP: 85010-250

Salas: 53 e 54 - 5° Andar

Telefone: (45) 3526-1248

© 2020 . ORGULHOSAMENTE CRIADO POR AGÊNCIA LUDKUS