• REDAÇÃO GM Brasil Notícias

Polícia Federal faz operação para combater fraudes no auxílio emergencial em 14 estados


A Polícia Federal desencadeou nesta quinta-feira (dia 10) uma operação para combater fraudes envolvendo o auxílio emergencial em 14 estados. Segundo a PF, foi determinado o bloqueio de até R$ 650 mil, valor diluído em várias contas que receberam benefícios de forma fraudulenta.


Segundo a PF, o operação — batizada de Segunda Parcela — é a maior ação já realizada para coibir irregularidades no pagamento do beneficio, que já contemplou mais de 67 milhões de pessoas no país.


Os 152 agentes que participam da operação cumprem 42 mandados de busca e apreensão, sete mandados de prisão e 13 mandados de sequestro de bens. A ação ocorre simultaneamente nos estados de São Paulo, Rio de Janeiro, Paraíba, Espírito Santo, Bahia, Santa Catarina, Tocantins, Paraná, Goiás, Minas Gerais, Rio Grande do Sul, Maranhão, Piauí e Mato Grosso do Sul.


Ação conjunta


Participam também da ação e da força-tarefa de investigação integrantes do Ministério Público Federal (MPF), além de funcionários do Ministério da Cidadania, da Caixa Econômica Federal, da Receita Federal, da Controladoria-Geral da União (CGU) e do Tribunal de Contas da União (TCU).


De forma preventiva, essa equipe teria identificado e bloqueado ou cancelado mais de 3,82 milhões de pedidos irregulares de auxílio emergencial. A estimativa é que pelo menos R$ 2,3 bilhões teriam sido poupados aos cofres públicos, considerando-se apenas o pagamento de uma parcela de R$ 600 para cada requerimento realizado.


A PF ainda alerta que aqueles que pediram e receberam parcelas indevidas do auxílio emergencial devem devolver os valores, sob pena de sofrerem investigação criminal.

15 visualizações0 comentário
Azul.png
Logo_Rádio_Mundial.png

TORRE MARECHAL

Rua Marechal Floriano Peixoto, 960

Centro - Foz do Iguaçu / PR,

CEP: 85010-250

Salas: 53 e 54 - 5° Andar

Telefone: (45) 3526-1248

© 2020 . ORGULHOSAMENTE CRIADO POR AGÊNCIA LUDKUS