• REDAÇÃO GM Brasil Notícias

Pacheco diz que é possível "admitir" voto impresso nas urnas em 2022


Presidente do Senado diz ser necessário "viabilidade técnica" para o projeto; Comissão especial tem maioria para aprovar o PL


O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), revelou que a proposta para instalar o voto impresso já nas próximas eleições pode ser aprovada caso haja “viabilidade técnica”. A PEC está em análise em uma comissão especial na Câmara dos Deputados.


Apesar de dizer que confia no atual sistema eleitoral, das urnas eletrônicas, o senador apoia a adoção desse recurso, que em sua opinião, daria “maior confiabilidade” ao processo:


"Se há senadores e deputados sustentando isso e se houver viabilidade técnica e operacional para uma implantação dessa natureza que dê maior confiabilidade ao sistema de escolha de candidatos, é perfeitamente possível nós admitirmos", afirma Pacheco em entrevista ao JOTA.


A Proposta de Emenda à Constituição ( PEC ) do voto impresso é de autoria da deputada Bia Kicis (PSL-DF). O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) e entusiasta do projeto, e já declarou, sem apresentar provas, que foi vítima de fraude eleitoral em 2018.

9 visualizações0 comentário
Azul.png
Logo_Rádio_Mundial.png