• REDAÇÃO GM Brasil Notícias

Meio Ambiente divulga resultado do concurso cultural "Nomeie uma UVR"


Iniciativa definirá os nomes das novas Unidades de Valorização de Recicláveis; indicações de entidades apresentaram nomes de pessoas que contribuíram com projetos para a melhoria da qualidade de vida na cidade_


Neste 05 de junho, data em que se comemora o Dia Mundial do Meio Ambiente, a Secretaria de Meio Ambiente anuncia os nomes das seis novas Unidades de Valorização de Recicláveis (UVR) de Foz do Iguaçu.


O objetivo da iniciativa foi homenagear personalidades que contribuíram com o desenvolvimento de projetos para a melhoria da qualidade de vida dos moradores de Foz do Iguaçu.


Entre as indicações, houve empate entre dois nomes para a nova UVR do bairro Porto Belo. Para o desempate, foi feita uma votação aberta a toda população, que definiu o homenageado da unidade.


Como a UVR do Bairro Portes não recebeu indicação, será nominada com o segundo nome mais votado para a UVR do Porto Belo.


*Vencedores*


UVR Campos do Iguaçu - TEREZA IVETE SIGNORI: Foi voluntária na Pastoral da Criança da Paróquia São João Batista. Visitava pessoas carentes e desenvolveu trabalho com orientações sobre alimentação e cuidados na infância. Apaixonada por romances, plantas medicinais e alimentação saudável. Foi servidora pública e integrante da equipe de Educação Ambiental da Secretaria de Meio Ambiente de Foz do Iguaçu. Indicação: Grupo Cultural Nostra Itália de Foz do Iguaçu.


UVR Itaipu “C” - ELIAS ALVES DE OLIVEIRA: Foi missionário e atuante nas causas solidárias. Transformou a vida de diversas famílias com ações de caridade na região. Trabalhou na construção da barragem de Itaipu Binacional. Por onde passava, era conhecido pela sua humildade. Indicação: Tempo Assembleia de Deus da Vila “C”.


UVR Profilurb - GERALDO SÁLVIO DE PAULA: Foi missionário e atuante em diversas ações da comunidade do bairro Porto Meira. Participou da construção da primeira Unidade de Reciclagem do Profilurb II e presidente da Associação de Moradores. Dialogava com secretários e prefeitos para melhorias na região. Indicação: Cooperativa dos Agentes Ambientais de Foz do Iguaçu - COAAFI.


UVR Três Lagoas - PEDRO COLOMBELLI: Foi conhecido como “protetor das águas”, desenvolveu trabalho de conscientização sobre preservação das matas ciliares e da vida. Mesmo após venda das propriedades, cuidou dos elementos naturais que nela existiam. Ficou conhecido por ações de plantio na região de Três Lagoas. Indicação: Escola Municipal João da Costa Viana.


UVR Portes - GRACIELA MARIA BARBOZA DE OLIVEIRA: Foi catadora de Materiais Recicláveis, trabalhou no antigo lixão de Foz do Iguaçu, onde garimpava para retirar o sustento da família. Moradora do bairro Porto Belo, era conhecida pela alegria e sorriso constante. Indicação: Cooperativa dos Agentes Ambientais de Foz do Iguaçu - COAAFI.


UVR Porto Belo - CUSTODIO EMIDIO DA SILVA: Foi líder atuante no bairro Porto Belo e Jardim Califórnia. Idealizador da primeira horta comunitária do bairro. Representante e atuante nas ações de apoio à manutenção de pontos de ônibus, meio fio e áreas verdes. Declaradamente apaixonado pela cidade. Indicação: Escola Municipal Prof. Suzana Moraes Balen.


Na votação popular, que definiu o nome da UVR Porto Belo, venceu com 51,1% dos 3.315 votos válidos.


“É uma alegria nominar estes espaços de trabalho e de gestão adequada de resíduos com nomes de pessoas atuantes na comunidade e indicadas por instituições locais. Assim o Programa Municipal de Coleta Seletiva vai ficando cada vez mais enraizado na comunidade”, afirmou a secretária municipal de Meio Ambiente, Ângela Meira.


*Sobre o Programa*


Lançado em junho de 2018, o Programa Municipal de Coleta Seletiva é coordenado pela Secretaria Municipal de Meio Ambiente. A coleta é serviço essencial à população e já apresenta como resultados a redução de 3.979 toneladas de materiais destinados ao aterro sanitário, o aumento na geração de renda das catadoras e catadores integrados ao programa, bem como a melhoria das condições de trabalho dos mesmos.


A Prefeitura de Foz, em parceria com a Itaipu Binacional e o Governo do Estado, está investindo em reformas e ampliação das unidades de triagem, bem como na aquisição de equipamentos e veículos para a coleta, triagem e destinação dos resíduos recicláveis domiciliares. Além disso, o Município firmou contrato para o pagamento pelos serviços ambientais prestados pelos catadores, uma reivindicação histórica dessa classe trabalhadora e prevista na Política Nacional de Resíduos Sólidos.

As unidades de triagem representam a modernização da política de gestão de resíduos do município, pois contam com um sistema mecanizado para o processo de triagem, enfardamento e armazenamento dos materiais recicláveis oriundos da coleta seletiva, até a sua comercialização. O sistema melhora as condições de trabalho, a renda dos trabalhadores e aperfeiçoa os processos de logística.


Duas UVRs já foram concluídas, nominadas e estão em operação. As seis UVRs que receberam a indicação de nomes estão com as obras em fases diferentes e, assim que forem concluídas e receberem a instalação dos equipamentos, serão nominadas e inauguradas.


A coleta seletiva atende a área residencial urbana, a área rural e os prédios públicos municipais uma vez por semana, com coleta porta a porta, conforme pode ser consultado no mapa disponível em: https://www.google.com/maps/d/u/0/edit?mid=1E3YnhOna2K_K-9c-09q_43SkmrsWngUp&ll=-25.518941755308166%2C-54.53097126220179&z=12


Link: https://www5.pmfi.pr.gov.br/noticia-48047

0 visualização0 comentário
Azul.png
Logo_Rádio_Mundial.png