• REDAÇÃO GM Brasil Notícias

Mandados estão sendo cumpridos em Santa Helena e em São Miguel do Iguaçu (Foto: MPPR)


O Ministério Público do Paraná, por meio do núcleo de Foz do Iguaçu (Oeste do estado) do Grupo Especial na Proteção ao Patrimônio Público e no Combate à Improbidade Administrativa (Gepatria) e a Polícia Civil cumprem na manhã desta quarta-feira (7), 21 mandados de busca e apreensão em Santa Helena e São Miguel do Iguaçu. Os mandados são cumpridos em endereços relacionados a suspeitos de fraude a licitações em Santa Helena.

As investigações para apurar possíveis crimes de fraudes a licitações cometidos por um ex-secretário municipal e familiares começaram em agosto do ano passado, a pedido do Gepatria, e foram conduzidas pela Divisão Estadual de Combate à Corrupção da Polícia Civil.

Há suspeitas de que os investigados estariam usando empresas fantasmas para burlar processos licitatórios em benefício próprio.

Também é investigado um empresário de São Miguel do Iguaçu, suspeito de envolvimento em fraudes a licitações em outros municípios da região. Conforme apurado nas investigações, além do favorecimento às empresas ligadas ao grupo, teria havido superfaturamento dos valores pagos pelo Município, desvio de produtos e falta de entrega de itens nas quantidades contratadas.

As ações fraudulentas teriam causado prejuízos estimados em R$ 6 milhões ao erário de Santa Helena.

Com informações do MPPR

38 visualizações0 comentário
Azul.png
Logo_Rádio_Mundial.png