• REDAÇÃO GM Brasil Notícias

Lockdown e Tratamento Precoce: a saída para a crise?


Adnan El Sayed


O fechamento de todo o comércio "não essencial" foi uma resposta de urgência no começo da pandemia contra algo que não tínhamos ainda quase nenhuma informação. Hoje, com todos os dados que temos, o lockdown não faz tanto sentido, pois penaliza a grande maioria do comércio (empresários e trabalhadores) por conta da falta de rigidez na fiscalização daqueles que causam as maiores aglomerações (festas, baladas, bares, encontros informais, etc). Esta medida ainda favorece um pequeno grupo que vende de tudo ou setores específicos que na lista se enquadram como "essenciais", pois sua demanda aumenta em detrimento do fechamento dos demais.


Neste sentido, o ideal tendo em vista a situação caótica de nossas UTI´s é termos medidas restritivas isônomas (para todos iguais) e fiscalização permanente (não só nos decretos temporários). Ou seja, todos podem abrir de forma igualitária com restrições que diminuem a circulação de pessoas, ao mesmo tempo que se fiscaliza aqueles que são os grandes responsáveis pelas aglomerações. Em palavras mais diretas e específicas: não se pode penalizar o pequeno empresário por conta da irresponsabilidade de quem vai pra aglomerações clandestinas.


Vacinas: Saúde e Economia


Vivemos em um momento único da história da humanidade por conta do Covid-19 e no Brasil soma-se a isso uma propaganda generalizada de um tratamento alternativo com antimalárico (Cloroquina), antibiótico (Azitromicina) e vermívoro (Ivermectina). Os especialistas em geral dizem que nenhum desses medicamentos é eficaz contra o coronavírus e nem contra os sintomas iniciais da Covid-19 (a exemplo do que afirma a Sociedade Brasileira de Infectologia - SBI).


Há algo muito interessante que, ao que parece, cerca de 90% dos que tomam esses medicamentos no início do contágio têm uma melhora significativa após 3 dias de sintomas. No entanto, o interessante é que cerca de 90% dos que não tomam esses medicamentos também têm uma melhora significativa após 3 dias de sintomas. Isso é o que a ciência chama de CORRELAÇÃO EXPÚRIA, ou seja, os que não tomaram tais medicamentos teriam (pelos dados apresentados) as mesmas chances de terem as mesmas melhoras, e ainda sem risco dos efeitos colaterais. Em outra palavras, não existe nenhuma causalidade comprovada.


Sou a favor que se continuem as pesquisas sobre esses e outros possíveis métodos e tratamentos precoces, mas enquanto não há eficácia testada, não serão vídeos de whatsapp ou propagandas políticas que irão nos influenciar em algo tão sério que é a saúde e a esperança do povo. Por outro lado, temos vacinas com suas eficácias comprovadas. É a melhor saída sanitária tanto para superarmos as UTI´s lotadas quanto para amenizarmos as consequências econômicas impostas por tal situação. A única saída viável para a pandemia hoje é a vacina.


Pacote Legislativo para a Retomada Econômica


A minha contribuição técnica enquanto economista, cidadão iguaçuense e vereador será apresentada à Câmara Municipal nesta semana em uma série projetos e medidas indicadas ao Prefeito que chamo de Pacote Legislativo de Retomada Econômica.


Temos potencial em desenvolver setores reprimidos que têm grande potencial em nossa cidade, os quais até agora foram pouco lembrados pelo Poder Público. Também podemos ampliar os ganhos da nossa locomotiva econômica, o turismo, incluindo atrativos fora do circuito central. Podemos ir além, apoiar a juventude de diversos níveis sociais que busca emprego, qualificação, suporte para empreender e inovar. Além disso, é fundamental valorizar e apoiar os microempreendedores e pequenos comércios.


Apresentaremos projetos para cada eixo citado, deixando ainda clara nossa visão desenvolvimentista para tornarmos Foz um centro de convergência de investimentos, tecnologia e referência moderna e inclusivista de desenvolvimento econômico. Isso inclui tanto instituições de ensino técnico, universidades, parque tecnológico, como o meio institucional a exemplo da Itaipu, Prefeitura, Governo do Estado e Terceiro Setor.


_*Adnan El Sayed é economista (UFPR), mestre em desenvolvimento econômico (UFRGS) e vereador (PSD)_

1 visualização0 comentário
Azul.png
Logo_Rádio_Mundial.png

TORRE MARECHAL

Rua Marechal Floriano Peixoto, 960

Centro - Foz do Iguaçu / PR,

CEP: 85010-250

Salas: 53 e 54 - 5° Andar

Telefone: (45) 3526-1248

© 2020 . ORGULHOSAMENTE CRIADO POR AGÊNCIA LUDKUS