• REDAÇÃO GM Brasil Notícias

Lewandowski, Neuer e De Bruyne são os finalistas ao prêmio de melhor jogador da Europa


A Uefa anunciou nesta quarta-feira os finalistas das premiações de melhores da temporada 2019/20. O atacante Lewandowski, o goleiro Neuer e o meia De Bruyne disputarão o troféu de melhor jogador da Europa na última temporada, enquanto um trio de alemães duelará pelo prêmio de melhor técnico: Jürgen Klopp, Hansi Flick e Julian Nagelsmann. Entre as mulheres, a disputa pelo posto de melhor jogadora será entre Lucy Bronze, Pernille Harder e Wendie Renard. Os vencedores serão revelados na próxima semana, no dia 1º de outubro, Lewandowski e Neuer foram dois dos destaques do Bayern de Munique na conquista da Liga dos Campeões, após a fase final disputada em Lisboa. O atacante teve bom desempenho em toda a temporada, tanto no Campeonato Alemão como no torneio continental, e marcou 55 gols em 47 jogos. Por isso, desponta como favorito ao troféu, assim como é cotado na disputa pelo prêmio The Best, dado pela Fifa. O goleiro, por sua vez, cresceu na reta final da temporada e fez a diferença justamente nos jogos decisivos em Lisboa. Na grande decisão contra o PSG, o arqueiro fez pelo menos duas defesas-chave, parando os parisienses quando o placar ainda estava em 0 a 0. Desta forma, lembrou o desempenho de anos anteriores e acabou indicado como finalista do troféu pela segunda vez - em 2013/14, ele foi o segundo colocado, atrás de Cristiano Ronaldo.

Completa a disputa pelo posto de melhor jogador da Europa o meia Kevin de Bruyne. Embora o Manchester City não tenha conquistado títulos relevantes na temporada, o belga chamou a atenção por seu bom desempenho antes e depois da paralisação pela pandemia da Covid-19, principalmente nos jogos da Premier League. Ele foi eleito o melhor jogador do Campeonato Inglês.

Esta é a primeira edição do prêmio da Uefa, criado em 2011/12, na qual nem Cristiano Ronaldo nem Messi estão entre os finalistas. O português e o argentino conquistaram cinco das nove edições até hoje, com Cristiano sendo o maior vencedor, com três troféus, à frente de Messi, que tem dois. Nos últimos anos, Modric e Van Dijk já haviam desbancado os craques.

Messi por pouco não ficou entre os finalistas, assim como o brasileiro Neymar: ambos receberam 53 votos dos 215 disponíveis, ficando na quarta colocação. Eles ficaram à frente de Müller, Mbappé, Thiago Alcântara, Kimmich e Cristiano Ronaldo, que completaram o top 10 da eleição, feita por um colégio eleitoral composto pelos 80 técnicos da fase de grupos da Liga dos Campeões, os 48 da Liga Europa, além de 55 jornalistas dos países-membros da Uefa.



0 visualização
Azul.png

TORRE MARECHAL

Rua Marechal Floriano Peixoto, 960

Centro - Foz do Iguaçu / PR,

CEP: 85010-250

Salas: 53 e 54 - 5° Andar

Logo 1.png

Telefone: (45) 3526-1248

© 2020 . ORGULHOSAMENTE CRIADO POR AGÊNCIA LUDKUS