• REDAÇÃO GM Brasil Notícias

Foz debate propostas de melhorias na Feira Internacional do Livro


Com o avanço da imunização, a Prefeitura de Foz do Iguaçu avalia a realização do evento em novembro, seguindo todos os protocolos de segurança_


Um grupo de trabalho envolvendo secretarias municipais está atuando na reformulação e organização da próxima Feira Internacional do Livro de Foz do Iguaçu. Com o avanço da vacinação, a intenção da prefeitura é promover a próxima edição do evento em novembro deste ano.


O prefeito Chico Brasileiro se reuniu nesta sexta-feira (2) com o coordenador do Núcleo Livrarias e Sebos de Foz do Iguaçu, vinculado a Acifi, Carlos Rosotti, e com o vereador Kalito Stoeckl, para debater a reformulação e fortalecimento da Feira.


Entre as solicitações encaminhadas à administração municipal, está a definição da data do evento em 2021. A Prefeitura estuda a possibilidade de realizá-lo em novembro, levando em consideração o avanço do número de imunizados contra o coronavírus, com a segunda dose da vacina.


“Estamos animados com esse avanço cada vez mais significativo da imunização. Vamos definir o melhor formato para que a Feira do Livro aconteça com segurança e seja esse grande atrativo para Foz”, garantiu o prefeito.


Chico Brasileiro também destacou que debates sobre essas melhorias na Feira do Livro já acontecem no município, integradas pelas secretarias de Turismo, Trabalho, Juventude e Capacitação, Educação e Fundação Cultural.


“Montamos um grupo de trabalho envolvendo cada órgão que pode aproveitar a Feira para desenvolver projetos, como o turismo de eventos, a promoção cultural, a educação literária e a formação de jovens leitores. Trata-se de um evento muito importante para Foz e precisa desse destaque”, salientou.


*Data no calendário oficial do município*


O documento também cita a apreciação da proposta de lei, apresentada na Câmara Municipal pelos vereadores Kalito Stoeckl e Adnan El Sayed, para estipular uma data oficial no calendário do município para a realização da Feira, preferencialmente na primeira quinzena de setembro a partir de 2022.


“Com uma data definida todos irão ganhar, pois já no início do ano é possível planejar as ações e trabalhar para que tudo aconteça em função desse evento, como as instituições de ensino. É também um chamariz para os visitantes, que poderão programar viagens para conhecer a Feira”, contou Rosotti.


“O sucesso de eventos como o Carnaval da Saudade e a Fartal se devem também por essa definição da data, com os dias já conhecidos pela população. Queremos fazer o mesmo com a Feira do Livro, que tem um potencial para se tornar uma das maiores do Sul do Brasil”, disse Kalito.


“Todos os pedidos serão apreciados e vamos buscar realizar uma Feira cada vez mais completa e que valorize os livreiros locais, bem como o trabalho de artistas da nossa cidade. Essa é uma parceria que terá muito sucesso”, complementou Brasileiro.


Link: https://www5.pmfi.pr.gov.br/noticia-48197

3 visualizações0 comentário
Azul.png
Logo_Rádio_Mundial.png