• REDAÇÃO GM Brasil Notícias

Foz Conhecendo Foz aproxima trabalhadores do turismo e moradores da cidade

Atualizado: Mar 24


Em pouco mais de três meses, programa já atendeu a mais de 2.200 iguaçuenses; muitos conheceram os atrativos turísticos pela primeira vez


Por oito anos, Cleverson Lobelein trabalhou como guia de turismo em Foz do Iguaçu. Há quatro, ele e a colega Elisângela Ferreira formaram uma sociedade e comemoravam os bons resultados da parceria. Contudo, a chegada da pandemia da covid-19 afetou diretamente o negócio e eles ficaram sem atuar. O cenário mudou quando ambos se inscreveram no programa Foz Conhecendo Foz e retomaram o trabalho, com a van que já estava parada há nove meses.


“No começo, achamos que a pandemia não duraria muito tempo, mas logo percebemos que o cenário era muito grave. Para conseguir renda, precisei começar a trabalhar como motorista de aplicativo, pois foi a saída que encontrei. Assim que vimos as notícias sobre o programa, não hesitamos em nos inscrever e voltar a trabalhar com o que tanto amamos. Foi a nossa luz no fim do túnel”, celebrou Cleverson.


O Foz Conhecendo Foz foi lançado em janeiro deste ano com o objetivo de possibilitar que motoristas e guias de turismo voltassem ao trabalho e, ainda, oferecer aos moradores da cidade a chance de conhecer os atrativos da cidade gratuitamente. Para muitos, foi a primeira ida a locais que são conhecidos mundialmente.


São 352 cadastrados no programa – 202 guias, 101 motoristas de vans escolares e 49 motoristas de vans de turismo. Até o momento, 2.234 iguaçuenses foram atendidos em 562 passeios.


Entre os oferecidos, o mais buscado tem como destino o Parque Nacional do Iguaçu. As Cataratas do Iguaçu já atraíram 302 caravanas; seguida por Itaipu Panorâmica/Ecomuseu (168) e Marco das Três Fronteiras (92).


As regiões com os maiores números de embarque são: Centro (83), Vila C (80), Porto Meira (80) e São Francisco (80).

*Troca de experiências*


Muito além dos números, um dos resultados já alcançado pelo programa foi possibilitar uma maior aproximação entre trabalhadores do principal setor econômico da cidade e a população.


Os profissionais contam que a experiência no programa é totalmente diferente da atividade usual, por conta das diferentes abordagens nos passeios. Segundo eles, é uma chance dos moradores de Foz também conhecerem como funciona o trabalho de guias e motoristas do setor turístico, além de compartilhar relatos.


“Eles percebem como a nossa profissão é importante para a imagem que a cidade passa. A viagem acaba sendo uma grande troca. Temos a chance de levar pessoas que nunca visitaram os atrativos, mas que, ao mesmo tempo, conhecem pioneiros e sabem histórias incríveis de pontos e ruas da cidade. Isso nos desafia também a inovar e buscar maneiras de tornar o passeio ainda mais interessante”, conta Elisângela Ferreira.


Para a guia de turismo Ana Paula, a nova função é desafiadora. Em 20 anos de atuação na área, ela sempre atendeu a turistas estrangeiros. Ao guiar os moradores de Foz, passou a perceber como é importante fazê-los não só contemplar as belezas, mas também compreender a história dos locais.


“Não é incomum encontrar pessoas que já vieram diversas vezes às Cataratas, por exemplo, mas não conheciam muito bem sobre a importância do Parque Nacional para a preservação da natureza ou como isso é impactante para Foz. Tem sido muito gratificante repassar cada detalhe a eles e receber um carinho imenso em troca”, afirma.

O secretário de Turismo, Paulo Angeli, destaca a importante ação do município para a área que foi muito afetada pela pandemia. “Foz, sem dúvida nenhuma, é um dos exemplos diante de todas as cidades turísticas do Brasil. Buscamos medidas para auxiliar esses trabalhadores que ficaram parados por tanto tempo com uma proposta muito inovadora”.


*Parceria*


O Foz Conhecendo Foz é promovido pela Prefeitura de Foz do Iguaçu, com o apoio do Legislativo e das categorias representativas, como a LIGUIA (Liga Independente dos Guias de Turismo de Foz do Iguaçu), COOTTRAFOZ (Cooperativa de Transporte e Turismo Alternativo), SINPROVETE (Sindicato dos Proprietários de Veículos no Transporte Escolar Foz do Iguaçu) e parceria com as instituições responsáveis pelos atrativos: Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), Itaipu Binacional e Cataratas do Iguaçu S/A.


*Inscrição no programa*


A Secretaria Municipal de Turismo informa que as inscrições para participar do programa ainda estão abertas. O cadastro deve ser feito no Protocolo Geral do Município, na Praça Getúlio Vargas, 280. Por conta das medidas restritivas para evitar a transmissão do coronavírus, o atendimento deve ser agendado pelo telefone 2105-1371. Os documentos necessários para cada vaga e formulário estão disponíveis no edital: http://bit.ly/3992t5E.


Os moradores devem agendar os passeios pelo telefone 156 com até três dias de antecedência. O horário de funcionamento é das 8h às 14h. No momento do embarque, é preciso ter em mãos os documentos e o comprovante de residência. As visitas, momentaneamente por conta do decreto, estão ocorrendo de terça a sábado.


Link: https://www5.pmfi.pr.gov.br/noticia-47620

0 visualização0 comentário
Logo_Rádio_Mundial.png