• REDAÇÃO GM Brasil Notícias

Formação em educação ambiental intensifica gestão de resíduos nos prédios públicos de Foz


Programa de Educação Ambiental na Administração Pública já tem mostrado resultado entre os servidores municipais


A maior adesão à gestão de resíduos nos prédios públicos, com a destinação correta dos resíduos, e a campanha “Caneque-se”, para evitar o uso de copos plásticos pelos servidores, são alguns dos resultados do Programa de Educação Ambiental na Administração Pública, realizado pela equipe de educação ambiental da Secretaria Municipal de Meio Ambiente, no primeiro semestre deste ano.


O curso de formação foi ofertado a representantes das unidades de ensino, secretarias, autarquias e fundações municipais. Eles são os pontos focais do programa e têm o papel de multiplicar as ações e atividades desenvolvidas nos momentos de formação para todos os colegas servidores do ambiente de trabalho.


Participaram das ações no primeiro semestre de 2021, no total, 205 pontos focais do programa, de 144 unidades de órgãos públicos. Indiretamente, 4.198 servidores são atingidos pela formação, a partir da distribuição dos conteúdos pelos colegas.


Roseli Barquez da Divisão de Educação Ambiental avaliou de forma positiva a participação dos servidores no programa. “Recebemos as devolutivas das atividades por meio de relatórios e foi impressionante como foram enraizadas as ações nos prédios públicos municipais”, afirma.


Entre os conteúdos apresentados na formação, está o Programa Municipal de Gestão de Resíduos, como foco na coleta seletiva nos prédios públicos e a metodologia da coleta de resíduos recicláveis porta a porta. Já foi percebida uma intensificação das ações de gestão dos resíduos e também a adesão à campanha Caneque-se. Foram distribuídos 4.198 adesivos da campanha para os servidores dos prédios que participaram da formação.


A Política Municipal de Educação Ambiental, com foco na elaboração do Programa Municipal de Educação Ambiental, foi outro tema abordado no curso. O histórico da elaboração da Política de Educação Ambiental do Município foi compartilhado com o público da educação formal.


Também foi feita uma pesquisa para o diagnóstico da educação ambiental na rede formal vinculada à rede pública básica, com a participação de 2.010 professores da rede municipal de ensino.



A Secretária de Meio Ambiente, Ângela Meira, entende Educação Ambiental como imprescindível para o desenvolvimento de políticas públicas. “Neste sentido, a gestão municipal tem apoiado os momentos de formação em Educação Ambiental Formal e Não Formal, não medindo esforços para a expansão das ações socioambientais em âmbito municipal”.


Link: https://www5.pmfi.pr.gov.br/noticia-48331

0 visualização0 comentário
Logo_Rádio_Mundial.png