• REDAÇÃO GM Brasil Notícias

Evento esclarece aplicação das leis de proteção e combate a maus-tratos de animais


O Bloco Parlamentar de Bem-Estar e Proteção à Fauna e à Flora realizou um evento voltado à instrução de servidores públicos estaduais e federais, assim como universidades e sociedade em geral, com objetivo de compartilhar conhecimentos referentes às leis ambientais direcionadas à proteção animal, fauna e flora, tendo como palestrante principal o Dr. Matheus Araújo Laiola - delegado da Polícia Civil do Paraná e chefe da delegacia do Meio Ambiente. O presidente do Legislativo, vereador Ney Patrício (PSD), abriu o evento e a vereadora Protetora Carol Dedonatti (PP) conduziu o debate.



Carlos Santi, médico veterinário do Centro de Controle de Zoonoses (CCZ), fez uma exposição sobre guarda responsável; proteção dos animais; conceito de saúde única (que é a saúde animal, a humana e ambiental), manejo populacional de cães e gatos; acumuladores de animais. “A gente vê que a realidade é muito difícil de mudar sem educação, só com repressão não mudamos”.



Delegado Matheus Laiola explanou sobre a legislação e como agir nos casos de denúncias de maus-tratos: “A Lei Sansão hoje é um divisor de águas, dá prisão para quem comete maus-tratos”. Ele falou também de como recebem as denúncias; com quem entram em contato; se entra na residência sem mandado judicial e para qual local vai o animal resgatado”. Além disso, ele destacou a importância de transmitir esse conhecimento. “Passar esse conhecimento aos legisladores e para quem está assistindo tem o caráter de expandir o conhecimento para que consigamos promover o bem-estar animal”.



A Vereadora Protetora Carol Dedonatti (PP) destacou: “Muito importante termos esse evento para esclarecer dúvidas que população e órgãos fiscalizadores tenham. Temos uma diretoria de Bem-Estar Animal que está atuante e muito em breve teremos várias ações, inclusive servidores que estão lá e vão fazer a fiscalização de maus-tratos”.



Política pública municipal


Dr. Amadeu Trevisan, diretor de Bem-Estar Animal da Secretaria de Meio Ambiente, destacou: “É realmente um mundo novo para mim. Jamais imaginaria tanta riqueza na causa animal. É uma oportunidade que estamos tendo de podermos fazer algo em razão dos animais. Muita coisa já tem sido feita nesta gestão. Acredito que os frutos até o final do ano já estarão bem evidentes”.


“Queremos conclamar a sociedade para que cada vez mais participe dessas questões. A saúde humana e saúde animal estão integradas. A gente precisa que a sociedade se envolva de fato, precisamos mudar essa realidade. Que as políticas públicas que tanto precisamos sejam colocadas em prática. Esperamos que nos próximos anos possamos ter grandes avanços”, defendeu Carlos Santi.


https://bit.ly/37x5xqW


Assista à reportagem da TV Câmara de Foz: https://youtu.be/eyrzL_Mhquk

1 visualização0 comentário
Logo_Rádio_Mundial.png