• REDAÇÃO GM Brasil Notícias

Entenda os pré-requisitos do Corinthians para contratar novo técnico; estrangeiro é improvável


Clube não descarta treinador internacional, mas deve apostar em nome brasileiro. Renato Gaúcho, Dorival Júnior, Sylvinho e Fábio Carille são comentados no clube


O Corinthians começa a semana em busca de um treinador para substituir Vagner Mancini, demitido após a derrota para o Palmeiras por 2 a 0, no último domingo, em Itaquera, na semifinal do Paulistão.


Diferentemente do que aconteceu no passado, sobretudo quando Andrés Sanchez era o presidente, o Corinthians não descarta a contratação de um técnico estrangeiro, mas isso é visto como algo improvável.


A diretoria alvinegra recebeu uma série de ofertas de treinadores - alguns antes mesmo da demissão de Vagner Mancini. Até o momento, não há um nome de consenso entre os responsáveis por conduzir o departamento de futebol alvinegro.


O que já existe são pré-requisitos desejados, tais como:


um profissional reconhecido por ser bom gestor de grupo, que tenha facilidade no trato com atletas jovens e veteranos;

um técnico que aceite trabalhar com o atual elenco, ciente de que terá poucos reforços;

alguém que se adeque à realidade do Corinthians, que tenta reduzir gastos - o salário de Mancini era considerado baixo para a elite do futebol nacional, e o Timão não está disposto a gastar muito mais;

um nome com boa aceitação dos torcedores.

A ideia é definir um alvo e avançar nas negociações nesta semana, para que o novo técnico tenha tempo de implementar suas ideias na equipe antes da estreia no Brasileirão, contra o Atlético-GO, dia 30 de maio, em Itaquera.


Dentre os diversos nomes comentados nos bastidores estão Renato Gaúcho e Dorival Júnior, ambos livres no mercado, cada um com prós e contras na avaliação corintiana.


Assim como em outros momentos, inclusive antes da contratação de Mancini, Sylvinho é apontado como um possível alvo. Porém, a prioridade do ex-lateral é seguir vivendo na Europa.


O Timão também sabe da situação de Fábio Carille, cujo contrato com o Al-Ittihad acaba no mês que vem - os árabes não exerceram a prioridade na renovação. Embora esteja satisfeito no Oriente Médio, ele vê com bons olhos uma possível volta ao Timão, clube no qual teve sua única experiência como técnico no Brasil, tendo conquistado três Paulistas (2017/2018/2019).


Além do presidente Duilio Monteiro Alves, participarão da escolha do novo comandante corintiano o diretor de futebol Roberto de Andrade, o gerente Alessandro Nunes e o coordenador Alex Meschini. Eles se reunirão nesta segunda-feira.


Ainda não está definido quem comandará a equipe enquanto um novo técnico não é definido. Danilo, treinador do sub-23, e Tarcisio Pugliesi, do sub-20, são algumas das opções.


Já sem chances de classificação na Copa Sul-Americana, o Corinthians volta a campo pelo torneio na quinta-feira, contra o Sport Huancayo-PER, em casa.

2 visualizações0 comentário
Logo_Rádio_Mundial.png