• REDAÇÃO GM Brasil Notícias

Daniel Silveira disse a Moraes que sabia da ‘tortura de Eustáquio na cadeia’


Antes de receber um mandado de prisão do Supremo Tribunal Federal (STF), o deputado Daniel Silveira publicou um vídeo em resposta ao ministro Edson Fachin sobre o recente episódio envolvendo o livro do ex-general do Exército, Eduardo Villas Bôas.

Além de criticar Fachin e desafiá-lo a pedir a prisão de Villas Bôas, o parlamentar também mencionou demais ministro,s como Alexandre de Moraes — de quem partiu a ordem de prisão — e Gilmar Mendes.

Dirigindo-se especificamente a Moraes, Daniel Silveira disse que teve acesso a um diário que teria sido escrito pelo jornalista Oswaldo Eustáquio enquanto esteve na prisão — também por ordem de Moraes.

“Eu tive acesso ao diário dele, sabia, Alexandre de Moraes? Eu tive acesso ao manuscrito dele na prisão”, declarou. “Sabia que eu sei dos agentes que o torturaram? Sabia que eu sei que um chegou no ouvido dele e falou assim, ‘a nossa missão é eliminar você’? Sabia que eu sei? Eu sei”, declarou o deputado.

“E eu sei de onde partiu [sic] essas ordens. Você acha que eu tô blefando?”, questionou ao ministro.

Daniel Silveira também relembrou o ministro de quando a Polícia Federal vasculhou seus pertences e pediu quebra de sigilo bancário.

“É claro que tu não vai achar, idiota. Eu não sou da tua laia, eu não sou da tua trupe, dessa bosta de gangue que tu integra. Aqui você não vai encontrar nada. No máximo uns trocadinhos. Agora, ilegal, a gente não vai ter nada. Será que você permitiria a sua quebra de sigilo? Será que você permitiria a Polícia Federal investigar você e os outros dez aí da ‘supreminha’? Você não ia permitir”, apontou.

5 visualizações0 comentário
Azul.png
Logo_Rádio_Mundial.png