• REDAÇÃO GM Brasil Notícias

Chico Brasileiro anuncia novo secretariado na terça-feira, 5


O prefeito Chico Brasileiro (PSD) adiantou que anuncia prováveis mudanças no secretariado e na estrutura de governo de Foz do Iguaçu nesta terça-feira, 5. "Estamos concluindo com o vice-prefeito (Delegado Francisco Sampaio), avaliando todo quadro da prefeitura para amanhã fazer um anúncio completo de todo secretariado", disse Chico Brasileiro a jornalista Cida Costa do programa Jornal da Manhã da Rádio Cultura.


Até o momento, o prefeito já anunciou quatro nomes do secretariado: o professor Nilton Bobato na Administração, a psicóloga Rosa Jeronymo Lima na Saúde, o empresário Paulo Angeli no Turismo e a advogada Kelyn Tento na Secretaria de Direito Humanos. "A Secretaria de Turismo, Indústria e Comércio será desmembrada e estamos avaliando a junção com outra secretaria para não ter aumento de despesas", disse Brasileiro nesta segunda-feira, 4, na entrevista a Cultura.


Chico Brasileiro confirmou ainda que o professor Elias de Sousa Oliveira vai continuar à frente da Secretaria de Assistência Social. "O Elias vem fazendo um excelente trabalho na assistência social", disse.


Juventude - Sobre as mudanças administrativas, Chico Brasileiro disse estudar o convite a um vereador - não indicou o nome - para a Secretaria da Juventude. "Estamos conversando com os partidos com representação na Câmara dos Deputados, assim teremos apoio federal para Foz do Iguaçu. É muito importante o apoio dos deputados Fernando Giacobo (PL), Paulo Martins (PSC), da deputada Luiza Canziani (PTB) e do deputado Ricardo Barros (PP), líder do governo. Todos poderão fazer a interlocução que precisamos com o governo federal', disse.


"O deputado Hussein Bakri (PSD(, líder do Governo na Assembleia Legislativa, é um excelente parlamentar e vai continuar nos ajudando, tem feito muito por Foz do Iguaçu e já tem um compromisso com nossa cidade", completou o prefeito.


Mesmo com as mudanças, segundo o prefeito, além de dar mais agilidade na máquina pública e continuar com o racionamento e enxugamento das despesas. "A máquina pública precisa funcionar, e precisa funcionar contendo despesas, mas dá para conter despesas em outras áreas, mas não necessariamente no número de secretarias".


"Devemos encaminhar até quarta-feira (6) a Câmara de Vereadores, um projeto de alteração na estrutura de algumas secretarias que serão incorporadas em outras. É uma mudança interna na estrutura administrativa.", completou

65 visualizações0 comentário
Logo_Rádio_Mundial.png