• REDAÇÃO GM Brasil Notícias

Caboclo é afastado por 30 dias da presidência da CBF após denúncia de assédio sexual


Decisão é da Comissão de Ética da entidade


Rogério Caboclo foi afastado da presidência da CBF por 30 dias. A decisão é da Comissão de Ética da entidade e ocorre após uma funcionária da entidade ter acusado Caboclo de e assédio sexual e moral. As informações são do Globo Esporte.


O vice Antônio Carlos Nunes assumirá o cargo durante o período de afastamento de Caboclo.  A CBF convocou para esta segunda-feira (7) uma reunião emergencial que deve definir o futuro da entidade. O encontro, que será presencial, vai juntar na sede da entidade toda a alta cúpula. 

De acordo com o jornalista André Rizek, do SporTV, antes de ser afastado, Caboclo teria prometido ao governo federal a troca de Tite por Renato Portaluppi.

10 visualizações0 comentário
Logo_Rádio_Mundial.png