• REDAÇÃO GM Brasil Notícias

Brasil é soberano e não está obrigado a seguir orientações da OMS, afirma Pazuello


O ex-ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, presta depoimento nesta quarta-feira (19) na CPI da Covid. O militar foi questionado pelo senador Renan Calheiros (MDB-AL) sobre orientações que recebeu do presidente da República, Jair Bolsonaro.


Pazuello respondeu que a solicitação que recebeu de Bolsonaro foi “fazer a coisa acontecer o mais rápido possível”. “As minhas ações como ministro nunca foram contrapostas pelo presidente. Nunca me orientou ou desautorizou em nenhum momento”, afirmou.


O general da ativa também afirmou que o Brasil é soberano e está desobrigado de seguir orientações da Organização Mundial da Saúde (OMS).


“A OMS e a OPAS estavam presentes diariamente conosco no Ministério. A OMS e a OPAS não impõem nada para nós. Nossa decisão é plena. O Brasil é soberano pra tomar suas próprias decisões em qualquer área, inclusive na área da saúde. Não somos obrigados a seguir nenhum tipo de orientação de OMS ou de ONU. Somos soberanos”, declarou.

6 visualizações0 comentário
Azul.png
Logo_Rádio_Mundial.png