• REDAÇÃO GM Brasil Notícias

Bolsonaro suspeita de possível retaliação de Moraes


O presidente da República, Jair Bolsonaro, comentou durante a tradicional live de quinta-feira (1º) sobre o arquivamento do inquérito dos “atos antidemocráticos”. Além disso, Bolsonaro também criticou a abertura de um novo processo para investigar o que o ministro Alexandre de Moraes chamou de “organização criminosa de fake news”.


O presidente questionou se o novo inquérito seria uma retaliação por ele dizer que três ministros do Supremo Tribunal Federal estavam trabalhando contra o voto impresso.


Ainda durante a live, Bolsonaro disse ter recebido informações de que o ex-presidiário Lula já estaria formando seus ministérios por meio de acordo com outros partidos. O presidente sugeriu ainda que a estratégia de Lula pelos ministérios seria o voto contrário à PEC do voto impresso.


“Para um partido foi oferecido um ministério e a Caixa Econômica Federal. Então, o líder desse partido vai dizer, ‘olha, a contrapartida do Lula é não ter voto impresso'”, disse o presidente.


Bolsonaro disse que não tem como provar, mas que obteve essas informações por meio de uma fonte.


O analista político Carlos Dias, durante o Boletim da Manhã de quinta-feira (02), ressaltou o problema que o povo brasileiro terá se não houver a promulgação da PEC do voto impresso auditável, dando mais clareza e confiança para o processo eleitoral.


“Devemos dar muita atenção a essa fala do presidente, pressionar os nossos legisladores para que essa capacidade da auditagem dos votos, a contagem pública, seja feita como garantia de uma eleição limpa, auditável, em que possamos confiar no nosso processo eleitoral”, afirmou o analista político.

8 visualizações0 comentário
Azul.png
Logo_Rádio_Mundial.png