• REDAÇÃO GM Brasil Notícias

Bolsonaro será transferido para São Paulo; médicos vão avaliar cirurgia


Bolsonaro tem uma obstrução abdominal e poderá passar por cirurgia de emergência


O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) será transferido para São Paulo depois de ter sido internado nesta quarta-feira (14) no Hospital das Forças Armadas (HFA), em Brasília. Bolsonaro sentiu dores abdominais durante a madrugada. 

O governo federal informou que foi identificada uma obstrução intestinal decorrente do atentado a faca ocorrido em 2018, durante a campanha para a Presidência da República, e que os médicos vão avaliar a necessidade de uma cirurgia de emergência.


O cirurgião gástrico do presidente, Antonio Luiz Macedo, viajou à Brasília para fazer uma avaliação médica de Bolsonaro. Foi dele a decisão de transferir o presidente para a capital paulista.


"Após exames realizados no HFA em Brasília, o Dr. Macedo, médico responsável pelas cirurgias no abdômen do Presidente da República, decorrentes do atentado a faca ocorrido em 2018, constatou uma obstrução intestinal e resolveu levá-lo para São Paulo onde fará exames complementares para definição da necessidade, ou não, de uma cirurgia de emergência", disse, em nota, a Secretaria Especial de Comunicação Social.

Na manhã desta quarta-feira, Jair Bolsonaro precisou ser sedado para passar por exames no HFA.


"Após exames realizados no HFA em Brasília, o Dr. Macedo, médico responsável pelas cirurgias no abdômen do Presidente da República, decorrentes do atentado a faca ocorrido em 2018, constatou uma obstrução intestinal e resolveu levá-lo para São Paulo onde fará exames complementares para definição da necessidade, ou não, de uma cirurgia de emergência", disse, em nota, a Secretaria Especial de Comunicação Social.

Na manhã desta quarta-feira, Jair Bolsonaro precisou ser sedado para passar por exames no HFA.

21 visualizações0 comentário
Azul.png
Logo_Rádio_Mundial.png