• REDAÇÃO GM Brasil Notícias

Bolsonaro quer demissão de Tite para ter Renato Gaúcho na seleção


Crise na CBF por causa da Copa América tem se intensificado nos últimos dias, e Tite pode deixar o cargo de técnico

De acordo com o jornal espanhol “AS”, o presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, se movimenta nos bastidores para que Tite seja demitido da seleção brasileira.

Segundo a publicação deste domingo, o presidente quer alguém que esteja do lado de sua linha política, sendo Renato Gaúcho o favorito para essa posição.


O governo teria montado um gabinete de crise para resolver a questão relacionada à seleção brasileira. A realização da Copa América, por exemplo, seria uma questão de honra para Bolsonaro. Os jogadores da seleção estão insatisfeitos com a decisão da competição ser realizada no Brasil por causa da pandemia, mas o presidente quer que os atletas joguem o torneio.


“O presidente do Brasil vê o boicote dos jogadores à Copa América como “uma guerra política” e quer nomear um novo técnico, ideologicamente alinhado ao seu governo”, diz o jornal.

“A disputa da Copa América no Brasil já é, segundo os assessores de Bolsonaro, “uma questão de honra” para o presidente e a luta pelos internacionais de Canarinhos para disputar o torneio é vista como uma verdadeira “guerra política”. O presidente brasileiro realizou videoconferência entre dirigentes da CONMEBOL sem ser convidado e reafirmou seu apoio incondicional ao torneio”, completa o “AS”.

Os jogadores da seleção brasileira irão divulgar um comunicado sobre a polêmica participação na Copa América na próxima terça, após a partida contra o Paraguai, pelas Eliminatórias da Copa do Mundo. Segundo a imprensa, a carta será uma posição contra a realização da competição no Brasil durante a pandemia.

69 visualizações0 comentário
Azul.png
Logo_Rádio_Mundial.png