• REDAÇÃO GM Brasil Notícias

Bolsonaro diz que não vai responder ofício da CPI


O presidente da República, Jair Bolsonaro, afirmou durante a tradicional live presidencial dessa quinta-feira (8) que não vai responder às perguntas feitas pelos senadores da CPI da Covid em relação às denúncias de corrupção no Ministério da Saúde.


Bolsonaro lembrou ainda que está sendo chamado de corrupto sem ter gastado um real com compra irregular de vacinas. O presidente também disse que não vai responder ao ofício da CPI. O ofício pede uma declaração sobre as denúncias feitas pelo deputado federal Luis Miranda.


Em um desabafo, o presidente criticou a ação de senadores, como o presidente da Comissão, Omar Aziz, o relator da CPI, Renan Calheiros e o vice-presidente da Comissão, Randolfe Rodrigues.


O analista político Carlos Dias elogiou durante o Boletim da Noite de quinta-feira (8) o posicionamento do presidente Bolsonaro, ressaltando sua postura firme e consciente.


“Esse presidente é fenomenal. Primeiro porque ele sabe qual é a autoridade dele. Por exemplo, esses senadores não podem dirigir documento nenhum aos chefe do poder Executivo. Qualquer correspondência, qualquer tratamento que se dê em relação a informações que possam ser pedidas se dirige diretamente pelos chefes dos Poderes”, concluiu.

6 visualizações0 comentário
Logo_Rádio_Mundial.png