• REDAÇÃO GM Brasil Notícias

Após sessão marcada por bate-boca, Comissão da Câmara adia votação de ‘PL da maconha’


A votação do Projeto de Lei (PL) 399/15, que regulamenta o plantio da maconha para fins medicinais e a comercialização de medicamentos que contenham extratos, substratos ou partes da Cannabis sativa, foi adiada mais uma vez nesta terça-feira (18).


O presidente da comissão especial que analisa o dispositivo, o deputado petista Paulo Teixeira (SP), acatou um pedido do relator Luciano Ducci (PSB-PR). Ele irá promover mudanças no texto. Ainda não há data para uma nova reunião.


A sessão foi marcada por bate-boca entre os deputados federais Paulo Teixeira (PT-SP), favorável ao PL, e Diego Garcia (Podemos-PR), contrário ao projeto.


A discussão começou quando um requerimento de Garcia para adiar a discussão foi negado. O presidente da comissão fez uma votação geral para que, quem concordasse, se manifestasse. Como não houve manifestações, ele negou o requerimento. Alguns deputados pediram então uma votação nominal. No entanto, o petista negou a votação.


Garcia levantou de seu lugar no Plenário, foi até a mesa de Teixeira, empurrou seu computador e deu um “empurrão” em Paulo Teixeira. O petista alegou ter sido agredido pelo colega, que negou a agressão. “Reagi ao atropelo do presidente ao acordo feito por ele mesmo com os deputados”, afirmou Diego Garcia nas redes sociais.


1 visualização0 comentário
Azul.png
Logo_Rádio_Mundial.png